Rua Aquidauana, 28 - Vila Sulmat - Dourados / MS
(67) 99825-5402 / 99938-1008 / 99938-4796 / 99838-9908

Detran-MS explica como funcionará o Centro de Integração de Segurança Viária

16/05/2024 - 12:11 - Mário Salgado - Fotos: Divulgação Detran-MS - Fotos: Gerente Especial de Fiscalização e Patrulhamento Viário, Ruben Ajala

Mato Grosso do Sul ganha mais um reforço na segurança pública e viária. O CISV (Centro de Integração de Segurança Viária) foi lançado pelo Detran-MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul). Óculos e câmeras são reforço no trabalho dos agentes do órgão.

Ainda na fase de teste, CISV já auxiliou as inteligências de órgãos de segurança e viária federal, estadual e municipal com ações integradas com foco no monitoramento e inteligência. O resultado foram 283 veículos entre recuperados de furto, roubo e clonado, apreensão de entorpecentes, contrabando, descaminhos e outros crimes, resultando em um prejuízo de mais de R$ 4 milhões ao crime organizado. Vale ressaltar que os óculos não possuem a função de multar e sim auxiliar no combate ao crime verificando as restrições criminais que o veículo possui.

Funcionando 24 horas por dia e 7 dias na semana, o CISV funciona on-line, recebendo registro de veículos que trafegam nas rodovias de Mato Grosso do Sul. A informação, ao chegar à central de monitoramento, é repassada pelos operadores (Agentes de Autoridade de Trânsito), que fazem o trabalho de inteligência, monitoramento e levantamento das informações sobre os veículos, aos órgãos de segurança pública e repassa.

Para o Gerente Especial de Fiscalização e Patrulhamento Viário, Ruben Ajala, o CISV veio para garantir que o cidadão tenha mais segurança nas rodovias e vias urbanas de Mato Grosso do Sul. “O CISV surgiu com a ideia de deixar nossa sociedade cada dia mais segura, e com isso, temos controle do que acontece em nosso estado, como por exemplo, crimes, denuncia de veículos clonados, por exemplo serão monitorados pelo centro integrado.  A novidade no auxílio ao combate ao crime são os óculos que foram desenvolvidos para fazer a leitura das placas de veículos e consultar os que possuem restrição criminal, portanto, os óculos não multam, não tem essa capacidade, eles serão usados 100% no combate ao crime”, explica Ajala.

Já o Diretor-Presidente do Detran-MS, Rudel Trindade, disse que o CISV e as ferramentas que ele utiliza para verificar a placa, são só vantagens para a sociedade. “É um centro altamente tecnológica. Por exemplo, verifica um veículo produto de furto, em uma determinada rodovia. Com os óculos, nós já identificamos e disparamos para a autoridade policial da região. Então fica muito mais prático, muito mais seguro o policial chegar e saber qual a restrição criminal que o veículo possui. Sabendo com quem vai tratar, chega preparado sabendo que é um veículo furtado. Isso vai melhorar muito a qualidade da segurança pública com essa central nossa e nós vamos ampliá-la”, destaca Rudel.

O Governador Eduardo Riedel, destacou a importância do CISV e da busca permanente de melhorar o serviço público. “Eu acredito que é um grande instrumento de monitoramento, de controle, de segurança, e que agora tenho colocado outro desafio, para que a gente integre os centros integrados. Nós temos a PM fazendo o monitoramento, nós temos o Iagro monitorando o traçado dos caminhões com aplicativo de carga e agora, nós temos o Detran com Centro Integrado e espero que a gente possa caminhar para a unificação desses centros, que a gente ganha escala, segurança e agilidade no retorno do serviço. Então essa busca permanente pela melhoria do serviço público deve ser uma atenção de todas as instituições que trabalham no monitoramento ou na relação direta com o consumidor e com as pessoas”, finaliza o Governador.

 

Mais fotos
Clique na foto para ampliar